sábado, 30 de março de 2013

Paris...


Queria Paris com você.Olhei pela janela e vi a luzes brilhando no vidro espelhadas nas gotas da chuva que insistia lá fora.Nunca fui a Paris mas me fizeram lembrar da famosa cidade da luz.Sonhei Paris e sonhei com você.Ali sentada olhando daquela janela para fora o mundo meio embaçado mas as luzes ali presentes, gotas são como feixos de luz, olhando de perto é tão bonito.queria uma café quente, um cachecol bonito e caminhar pelas ruas parisienses...Respirar o ar de paris e escrever.Quem sabe um amor elegante como a imagem que temos dos franceses, por que não?Mas a minha realidade era outra, eu estava ali olhando pelo vidro e fazendo daquelas gotas minha Paris.Ou as próprias gotas tomaram a liberdade de sê-la.E eram.Eram fronteira entre o mundo real externo já escurecido pela partida do sol e o real interno dentro da van que carregava varios pequenos mundo querendo chegar a  algum lugar.E meu mundo parou ali naquela luzes que a chuva tratou de espalhar quando se dividia nas pequenas gotas tocando o vidro.As pessoas podem ter passado desapercebidas, talvez eu já esteja com olhos parisienses que encontam sua cidade aonde lhes tocam a alma, lhes lembram através da sensilbidade.E ali no lugar mais improvavél, num momento quase alatório ironicamente eu estava sem você e com Paris.Um dia, quem sabe estarei os dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)