quinta-feira, 15 de março de 2012

Sobre estender a mão.

  _Veja só: tive tudo para largar a escola e não larguei.Tive oportunidade de ir para o "submundo" e não fui.Estou nas dificuldades e estou lutando, o meio social e a vida que se teve não justifica nada.
 _Bom...Em parte sim, em parte não.Você foi excessão.Existe algo que se chama força de vontade, determinação.Você minha cara, levante as mãos aos céus e agradeça pois você é raridade.Nessa vida, entenda: Conta-se mais quem conquista para si os sonhos que desenvolvem para o mundo.Fazer dos seus sonhos uma tranformação dos sonhos alheios, entende?Muiltiplicar a felicidade, dividindo com alguém...Sabe?Se você conseguiu, pense em todos que ficaram para trás pois não tiveram a mesma pesrpectiva que você sobre a vida,  não tiveram a mesma fé.Entenda: algumas pessoas simplesmente não vêem razões nas coisas...no mundo, na vida.Isso sem falar em escola, família, viajar, ler, votar...Tem certas coisas que é traço de personalidade, tem outras que é falta de oportunidade, de estimulo.Repito: Você deve agradecer por ter nascido com essa força de vontade.Mas aprenda: até a determinação se ensina.É preciso dispinibilizar, atiçar para ver se surte efeito, se a pessoa se ineteressa.Às vezes é preciso mostrar ao outro que não tem problema nenhum em sonhar, em ter alguma expectativa na vida.Que ser alguém, antes de tudo, é enxergar a si mesmo, como alguém.Entende?Se identificar, se asumir, saber seu valor.E entender que mesmo que o mundo lhe vire as costas, tem sempre uma mão amiga querendo se estender.Destribuir sonhos e fé, é dar forças pro outro seguir seu caminho.E deixar de simplesmente existir para finalmente viver.Lhe digo que repense sobre ser dever do outro ter as mesmas forças que você e simplesmente suportar tudo ou quase-tudo, e tente ver pelo ângulo do outro da fragilidade e carência e talvez assim entenda que não é dever do outro sobreviver, mas sim é direito do outro poder viver a vida.Estender a mão é isso: ajudar o outro a trilhar o próprio caminho.

"Se queres leitores, escritores, pintores é simples: lhes disponibilizem os livros, lhes dêem papel e lápis, lhes ofereçam os pincéis e as tintas e junto a isso lhes ofereçam o estimulo a criatividade, a liberdade, a sua própria identidade."
Bárbara Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)