sábado, 19 de março de 2011

Tão estúpida.

Como pode você simplesmente pirar e atrapalhar tudo?Pirar a ponto de achar que atrapalhou tudo?Tudo?Mas que tudo, se nunca houve nada?Como pode ficar na pilha de resolver algo que ouve ser nada de mais?Como pode cismar com tal coisa a ponto de não segurarmos mais nada?Pra que ser tão impulsiva?Com brincadeiras tão inconvenientes?Tão incosequente?Tão neurótica?Tão estúpida.
Não sei como nem porque, só sei que depois de tanto tempo parece que nos desacostumamos a sensação de conhecer o outro, mesmo me sentindo livre, da maneira como eu gosto de ser ainda assim me atropelo nas minhas ansiedades, na minha insegurança, nessas tantas confusões.E acabo tendo uma postura e um discurso que parece ir contra ao que eu realmente quero no momento, ao que eu realmente sinto.Eu só queria continuar a me sentir assim..feliz.E agora só consigo pedir desculpa, por falar de mais, por exagerar de mais, por ser chata de mais.
De volta a estaca zero.

6 comentários:

  1. A estupidez faz parte da vida humana, flor, mas muitas vezes o que chamamos de estupidez pode ser, no futuro a melhor coisa que já fizemos. Porque se uma pessoa tem tal valor em sua vida a ponto de você se achar estúpida por ela é porque tem algo errado na história. Você não deve se sentir estúpida por causa de ninguém, mas sim sempre seguir em frente, com a cabeça erguida, tendo sempre a convicção de que tudo que acontece é pela permissão de Deus, e que tudo pertence aos planos d'Ele.
    Bjo! (:

    http://miasamarah.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não se maltrate por coisas bobas no seu caminho...
    Não se deixe derrubar!
    Me encanta saber que minhas palavras de alguma forma te ajudam...
    Se cuide!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Você não deve pedir desculpas por ser demais. Nunca.

    Essas coisas, estúpidas, corriqueiras, inconvenientes aparecem, realmente. No seu caminho. No meu. No de todos nós. Mas elas, as coisas, é quem devem se retirar do caminho. Não você. Jamais você.

    -
    Eu te amo MUUUUUUITO e MORRO de saudade, minha baaah.rbie gatinha <3

    ResponderExcluir
  4. O que às vezes ouvimos ser "nada demais" pode ser muita coisa para nós. E quando algo significa muito para alguém, é fácil pirar por isso, e nem sequer perceber que está sendo inconveniente, inconsequente ou neurótico.
    Acho que a ansiedade e a insegurança estão sempre presentes no sentimento de liberdade, afinal, quando nada nos prende e tudo passa a ser nossa escolha dá um medinho de errar, não?



    Demorei mas voltei também. E voltei da estaca zero com o chove-chuve, haha.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Difícil entender o que há por trás dessas palavras e encontrar o que dizer.
    Só digo uma coisa: ao sair da estaca zero, corrija o que precisa ser corrigido, mas não peças desculpas por sem quem és, o outro tem que, se não entender, ao menos aceitar-te com tudo o que você é.

    obrigada pelo carinho de sempre, viu?
    estás mais do que bem aceita no meu facebook rs (:

    ResponderExcluir
  6. Nunca, nem por um segundo, peça desculpa por ser quem és. A beleza de estar de volta a estaca zero é o novo começo, a nova chance. Dê vida ao que sente, grite ao mundo que não se importa - e não se importe de fato -, de tempo ao tempo pra que tudo fique lugar e não sinta medo, não se acanhe. Há sempre um sol que nascerá - ainda mais belo e forte - após um dia nublado e o meu desejo é que você seja o sol. Se cuida ok, beijo grande :*

    ResponderExcluir

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)