terça-feira, 13 de abril de 2010

Entrelace (Parte1)

Ela estava ali sentada no meio fio, cheia de vazio em sua mente.Por um instante deixou as preocupações de lado e resolveu não sentir nada.E logo voltou ao sua vida real, e essa não permitiu um segundo para um suspiro.Subiu na bicicleta e voltou para casa, mas no meio do caminho encontrou um ninho de passarinhos no chão e só percebeu quando estava em cima da hora.Não teve escolha, foi desviar tão rápido que caiu no chão.Por ela tudo bem, afinal ganhar uns ralados e arranhões para salvar dois filhotes lhe parecia um ato até heróico.Não deu muito tempo para sentir-se uma heroína e um menino, que estava a observando de longe, chegou perto e estendeu-lhe a mão com um sorriso sem graça e um riso contido.Ela vermelha aceitou, carregou um ninho em uma mão e na outra criava um laço eterno, ao entrelaçar os dedos , sem ao menos imaginar.
_Só fiz isso para ver se o chão está bem...Se não está amassado ou afundou.-disse ele em tom de graça.
_Ah é...Pois acredito que não.Mas deve ter ficado bem chateado pelas marcas que deixou em mim como se estivesse revidando.-ela disse, entrando na brincadeira.
Se entreolharam, sorriram.E na mente dela só passava "será que eu caí muito feio mesmo?" , mas ele parecia não se importar muito já que o 'desastre' gerou um momento de descontração naquele dia.
_Mas então desastrada heroína de pássaros, tem um super-nome que eu possa saber?
_Meu nome é Alissa, mas o super nome você ainda não pode saber.E qual o seu?
_O meu não tem nada de super, sou apenas Miguel.Quer ajuda com o ninho?Eu tenho uma bicicleta, podia te ajudar com eles aonde você quiser.
Ela receosa, afinal mal o conhecia, aceitou a ajuda e foram atrás de algo que fizesse de abrigo para os filhotes, comprar comida e aproveitar para passearem e se conhecerem melhor.
Ao longo das conversas eles iam se identificando, a ideia que um começava o outro completava.
Até nas pequenas diferenças eles se identificavam.Conversaram bastante, mas já estava ficando tarde o sol começando a se por e sua mãe ligando.Ela teve de ir.
_Pois é Miguel...Está na minha hora.Muito obrigada pela ajuda, pelo passeio.-as mãos começando a suar e o coração batendo de uma forma estranha.-Tenho que ir quem sabe não nos encontramos de novo por aí?
Olha fixo nos seus olhos ele disse:
_De verdade eu gostei de você, do seu jeito.Não queria deixar na mão do acaso nosso reencontro.Mas sinto que é melhor assim.E o que eu fiz por você, foi só o que achei que era certo, foi o que dentro de mim me induziu a fazer.Foi de coração.Mas tudo bem...Até mais então.
_Até.
Sem jeito se cumprimentaram,se entreolharam novamente e sorriram.E ao subir na bicicleta foi passando uma restrospectiva do que tinha acontecido naquela tarde.Desde a mão estendida até a última risada.No peito ficou uma mistura de mistério e sorte, com gosto de quero mais.

10 comentários:

  1. essas histórias mexem comigo!!!
    muito boa. senti sua falta no meu blog =/. beijos

    ResponderExcluir
  2. me linkar aqui? claro que pode, maior honra. muito obrigada pelo carinho, por ter indicado meu blog e tal, ah, isso me deixa tão feliz, você nem imagina rs

    boa sorte no bloínques, sua história tá ótima :)

    ResponderExcluir
  3. Amiigaaa... Amei seu comentário. Amo suas idéias, que praticamente SEMPRE batem com as minhas! rs
    Nós sempre gostamos de conversar sobre a vida né?... Ah, ótimos tempos! Agora aos poucos vamos conquistando nosso espaço e partilhando com outras pessoas nossas idéias. Mal posso esperar pelo futuro! Que ele seja brilhante para nós também! AINDA VAMOS fazer a diferença!

    Obrigada pelo apoio e por tudo viu amiga :')

    Te amo muito mesmo! Conta comigo sempre!

    ps: SEU BLOG ESTÁ PERFEITO!

    ResponderExcluir
  4. eu quero maaaaaaais, escreve maisssssssss?

    por favorr!

    huauhuauhahua
    bjo

    ResponderExcluir
  5. qe munitinhooo...
    velho, eu já vi três pessoas hoje que usaram essa foto..
    o que será que tá acontecendo com ela??
    :O

    esperando parte 2..!**

    ResponderExcluir
  6. esperando a parte 2, adorei *-*
    mi hermana manda muuuuito cara !

    ResponderExcluir
  7. Perdão pela ausência.
    Tá foda, tá foda..

    Foda mesmo tá você.
    ''manda muuuuito cara !'' [2]

    ResponderExcluir
  8. Aaah, tô esperando anciosamente a continuação *-*

    bjus =*

    ResponderExcluir
  9. E a continuação? Boa sorte no bloínquês! A história ficou incrível! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Linda demais a tua história! Merecia ter ganhado o meu segundo lugar já que o meu texto nem estava essas coisas todas. Teu blog é lindo, viu? Nunca pára de te esforçar para escrever tão suavemente. Escreves com a alma!
    Beijo solitário.

    ResponderExcluir

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)