terça-feira, 23 de março de 2010

♪Tire suas mãos de mim eu não perteço a você...


...Não é me dominando assim, que você vai me entender.Eu passo estar sozinho ma seu sei muito bem aonde estou.Você pode até duvidar.Acho que isso não é amor. ♪

_Ramom.
_Alice...O que foi?
_Cansei.Cansei desse jogo.
_Cansou de mim?Mas por que?Nosso amor é tão lindo.
_Olhe a nossa volta.E me diga com sinceridade o que você vê?
Ele ficou ali parado e confuso com o que ele mesmo tinha feito, mas nada disse.
_Pois é.Sabe o que eu vejo?Eu vejo um vazio enorme e sentimentos de decepção.Minha mãe ou está cansada de me ver fora com você ou cansada de me ver trancada em casa falando com você no telefone, ou simplesmente sozinha pois você está ocupado com outras coisas e eu não 'posso' sair sozinha.Não é nem poder, você não gosta e fica todo ressentido depois.
_Mas você queria o que?Queria ficar batendo perna por ai.Curtindo enquanto eu resolvo outros problemas.Achei que podia contar com você para passar os problemas comigo, ficar ao meu lado sempre.
_O problema está aí.Eu não quero estar sempre ao seu lado.E não devo.Não posso viver a mercê dos seus problemas, das suas ocupações.Eu parei meu curso de inglês porque você disse que não gostava do professor achava ele muito novinho que a aula dele era 'ousada de mais' para o seu gosto.Eu desisti de dançar por que você dizia que a roupa era indecente e: 'que tipo de professora promove a indecência e o sexo a garotas de 16 anos?' Quando na realidade você não queria me ver linda no palco dançando feliz com algo que não fosse você.Além disso você por acaso tem visto seus amigos?
_Só os do trabalho...
_Está vendo só?É disso que eu etsou falando.Não tem ninguém do nosso lado, estamos sozinhos.E isso não é por inveja ou sentimento ruim deles não.É por que você nos afastou de tudo.Eu quero viver!Quero respirar e suspirar quando bem entender, eu não preciso de alguém me dizendo quando posso ou não.Nos primeiros meses eu te amei como nunca, mas você me prendeu tanto que conseguiu sufocar até o sentimento que eu tinha por você, e quer saber depois disso tudo seu coração vai ficar bem.Pois você não me ama só é obcecado pela idéia de amar e por acaso eu que apareci na sua frente quando decidiu isso, se não teria sido com outra.Tudo isso pois você não consegue dar valor a você mesmo e a própria vida, acha que outra pessoa pode fazer isso por você.E o pior de tudo é que você ainda se sente no direito de fazer tudo que fez.Eu fui burra acabei deixando você passar dos limites, mas fui burra pois acreditei de verdade que com paciência e carinho você pudesse desencantar dessa idéia imbecil de que sou sua.E digo mais eu nunca quis que você fosse meu, eu sempre quis que você fosse só seu para ter certeza que você estava comigo por amor por que queria dividir comigo tudo que você é , todo seu mundo e não por necessidade emocional ou sei lá.
Eu tenho meus gostos, minhas amizades, minha família, meus sonhos e queria incluir você no meu mundo.Mas você fez questão de me desfazer de quem eu sou, até que eu não aguentei.Eu não aguento mais!E o pior de tudo tenho certeza que nunca gostou de mim, pois se gostasse mesmo jamais quereria afastar a minha essência de mim.E digo mais vou embora com o coração machucado mas livre.E não quero nenhum tipo de telefonema tentando voltar atrás ou qualquer coisa do tipo.Resolva seus problemas e quando você estiver livre e gostando e vivendo para si mesmo, tente me procurar talvez aí eu pense em conversar com você. Tente aprender alguma coisa com o que aconteceu aqui para não fazer da sua próxima namorada a próxima vítima.E se for preciso se trate, pois acredite o problema está em você, e não no mundo fantasioso que você criou só para poder me convencer de alguma forma que o que fez foi certo ou que você teve realmente teve motivos.
Acredite ninguém tem o direito de fazer com o outroo que bem entender, nem controlar convivência nem nada, ciúmes, insegurança, obsessão, isso só faz mal a você e a quem está tentando prender.Eu só quero paz para mim e para o meu coração.E só vou ficar bem se estiver livre, dona de mim.Jamais escolherei algo que subtrai ao invés de somar.Adeus.-
Alice virou as costas e foi embora sem olhar para trás.Já ele ficou chorando com olhos de raiva.Até que disse baixinho para si mesmo:
_Se não posso ter um sorriso só para mim, então ninguém o merece também.



Ps.:Dica do Hebert Vianna: 'Todas as formas de se controlar alguém só trazem um amor vazio.'
Ps².:Final ficou feio mas é pra mostrar bem que o ciúmes esses sentimentos ruins tem que ser mortos pela raiz, pela razão que se desenvolve um sentimento assim.Se não é o mesmo que dizer para um recém-nascido: está na hora de falar.

2 comentários:

  1. eu sou ciumenta admito!
    mas meu ciúmes é daqueles que tem fundamentos.
    =)

    ResponderExcluir
  2. Eu sou ciumenta admito![2]
    muito ciumenta, mas jamais o proibi de sair com seus amigos e ter a sua vida...
    É sempre bom que exista essa 'barreira': Minha vida é a minha vida, a sua é sua.

    gostei mesmo.. parabens.

    O final não ficou feio. Ficou algo inesperado! ele foi pego de surpresa com a atitude dela... Nossa, eu me vi nas suas palavras... E em algumas partes até me identifiquei...

    BjOs
    bom finzinho da semana.
    ^^

    ResponderExcluir

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)