quarta-feira, 17 de março de 2010

Cadê?



Enquanto olhava aquelas fotos eu decidi que o tempo parasse.
E realmente parou.
Mesmo o mundo continuando a girar eu permaneceria intacta ali naquele instante.
Como quem deseja mais do que o passado, como se desejasse um novo presente.
Eu chamava aqueles nomes, cantava aquelas músicas antigas.
Queria brincar como nos tempos de criança, e ter aquelas velhas e sinceras amizades.
Eu chamava, gritava, pedia e ninguém me atendia.
Eles ali revelados no papel não podendo me responder nem que quisessem.
E eu aqui revelada uma ingênua criança que não aprendeu a crescer.
Querendo tudo que o passado não manteve no meu presente.
Pedindo as promessas mais ingênuas de criança que agora só os caminhos da vida poderão me atender.
O despertador toca e é hora de sair, de volta ao presente eu tranco minhas lembranças num lugar onde a dor aperta e o coração sangra.Tudo isso pelas palavras não ditas, e por alguns ouvidos surdos.Eu continuaria a viver como sempre.Mas uma pergunta me manteria calada, ainda que agoniada por falar:
Cadê os tempos felizes e reais.Aqueles que não voltam mais?


Ps.:Me desculpem mas tá bem sem graça.Injetaram algumas doses de falta de criatividade em mim, só pode.=/
Ps.:¹ Mass me esforçarei mais e mais para melhorar nos posts, para vocês.=)

4 comentários:

  1. 'Querendo tudo que o passado não manteve no meu presente.'

    querendo tudo aquilo, toda as sensações.

    lindo
    *-*

    ResponderExcluir
  2. Consegui me enxergar neste teu mundo...

    Beijo e mais beijos...

    ResponderExcluir
  3. Me identifiquei tanto com essas palavras, pois tem vezes que eu só quero voltar no passado quando tudo era melhor. BELO TEXTO :)

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei do texto,acheio-o forte e ao mesmo tempo,delicado...

    Bjus!

    ResponderExcluir

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)