sábado, 6 de fevereiro de 2010

Como cães e gatos.


Não somos exatamente gatos nem exatamente cachorros, mas assim como eles somos diferentes entre si e temos nossas semelhanças também.E é inteiramente verdade quando se diz: o que seria do verde se não fosse o amarelo?Mas o problema é quando as diferenças atacam exatamente nosso ponto fraco, atacam exatamente o que discordamos com convicção e fervor.Ai a briga começa!Gostos diferentes até se consegue discutir apesar de não mudar muita coisa.Cada um tem sua religião, crença convicção mas sabemos disso e ainda cansamos de ver fanáticos religiosos atacando a fé alheia como se fossem a verdade absoluta da terra, sinto lhes informar mas não são.Visão política,filosofia de vida, proncípios e virtudes, para mim esses são a causa das maiores 'guerras'.São coisas mais densas, coisas mais complicadas de simplesmente abstrair.E não interessa o que você pensa e o que o outro pensa, temos sempre que estar abertos a novas experiências a novas verdades ainda que não mudemos as nossas temos que aprender a ouvir , a falar e a respeitar.Pois todos nós temos nossas verdades escondidas e são nossas, só a gente sabe o que toca no nosso coração, o que faz a gente acreditar em algo, em nossas ideologias e só nós sabemos o que é ser o que se é.E julgar o outro não vai diminuir nossos erros nem aumentar o orgulho de si mesmo, pelo menos não deveria.E se somos todos diferentes, logo somos todos iguais.E pra mim é assim e pode pra você não ser e ai?Não devemos brigar por isso, suas verdades são suas eu respeito e sigo em frente espero que você também.Pois pra mim o arco-íris não seria tão bonito se não fosse a diferença entre as cores.Para mim a noite não seria tão bonita se cada estrela fizesse o mesmo desenho no céu, minha família não seria tão linda se cada um não tivesse um jeito tão singular de ser.E como cães e gatos temos diferenças gritantes e semelhanças escondidas que muitas vezes nosso preconceito e individualismo não nos deixa enxergar.E continuo a acreditar a beleza do outro é tão bonita quanto a minha.

Por mim.

'Tás a ver a linha do horizonte?A levitar, a evitar que o céu se desmonte.Foi seguindo essa linha que notei que o mar na verdade é uma ponte.Atravessei e fui a outros litorais e no começo eu reparei nas diferenças.Mas com o tempo eu percebi e cada vez percebo mais como as vidas são iguais muito mais do que se pensa.Mudam as caras mas todas podem ter as mesmas expressões.Mudam as línguas mas todas têm suas palavras carinhosas e os seus calões.As orações e os deuses também variam,mas o alívio que eles trazem vem do mesmo lugar.Mudam os olhos e tudo que eles olham,mas quando molham todos olham com o mesmo olhar.Seja onde for uma lágrima de dor tem apenas um sabor e uma única aparência.A palavra saudade só existe em portuguêsMas nunca faltam nomes se o assunto é ausência.'
Tá a ver-Gabriel O pensador.

Ps.:Vale MUITO a pena ouvir essa música, é uma das minhas preferidas dele e a letra conseguiu traduzir perfeitamente a minha opinião sobre a diferença e a igualdade em cada um.

2 comentários:

  1. "Pois pra mim o arco-íris não seria tão bonito se não fosse a diferença entre as cores"

    disse tudo, tudo!!!

    e é verade, a maioria das guerras e das desavenças humanas é por causa da falta de respeito, respeito às diferenças, respeito à opnião alheia.


    parabéns, abordou muito bem o tema!
    ;D

    ResponderExcluir
  2. obrigado por passar no meu blog, volte sempre, a e eu continuei a história se quiser ir la ver, eu fico agradecida *--*


    seu blog está fofo demais ><

    ResponderExcluir

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)