quinta-feira, 2 de abril de 2009

Raíz.


'Nossas vidas são traçadas pelas mesmas linhas
que agrupam todas as outras.'
Enquanto me dispeço do tempo,
o tempo se apropria de mim.
É uma forma estranha de me dizer que estou viva,
é essa tal forma incomum que me faz perceber que
o que foi tem grande culpa em ser quem se é.
Desconhecer sua essência é o mesmo que negar tua história.
Quando se nega o passado,ele te atropela no futuro.
A vida quando cobrar não vai ser compreensiva e delicada,
muito menos ficar esperando uma nova postura sua.
Hoje em dia é fácil se vestir de idéias, assumir posturas.
e continuar sendo a mesma pessoa leviana de sempre.
Difícil é buscar a fundo, incorporar o que se pensa ser,
e tonar-se alguém, de fato.
Quando se perde a raíz,
você perde a razão, perde a identidade.
E passa a agir por impulso ou influência externa.
É como o vício, o exagero,a vulgaridade.
Quando se faz algo compulsivamente
você perde o motivo real pelo qual está a fazer.
Quando algo se tornar vulgar,
é por que perdeu a essência e já não tem mais valor.
Se desconhece sua 'origem' e seu ponto de chegada
estás susceptível a qualquer vento que bater.
Logo você não terá um lugar firme pra se regernarar
nem pra te lembra do que você é,
apesar de que se não se sabe o que é,
se não sente,então não se é nada,
e nada , de fato, te pertence.

'Uma árvore sem raíz, não fica em pé'

4 comentários:

  1. Sim, eu tenho amigas filósofas!
    rsrs

    ResponderExcluir
  2. Sim, eu tenho amigas filósofas! [2]
    É, pra variar só um poquinho você disse tudo =)
    te amo !

    ResponderExcluir
  3. "Difícil é buscar a fundo,incorporar o que se pensa ser,
    e tonar-se alguém, de fato.
    Quando se perde a raíz,
    você perde a razão, perde a identidade."


    encantei! *-*
    ahh, Bahrbie. Me emocionou *-*
    Tocou a alma, e aí? haha

    amo, sempre e cada vez mais.

    ResponderExcluir
  4. Raízes... Tão importante é tão fácil de se esquecer da importância, né?

    Ah,eu tenho andado doida. Pensei que eu lidaria melhor com isso...Mas graças a Deus, tenho um namorado tudo de bom que tem me ajudado muito! E uma família maravilhosa também...

    Eu passei três anos com uma turma que, agora no terceiro ano, eu me dei conta que eu não construí nada.
    Teeeenso...

    Vou prestar fono e vc?


    Beijão e boa semana.

    ResponderExcluir

Vai, deixe sua pegada por aqui.;)