sábado, 19 de março de 2011

Tão estúpida.

Como pode você simplesmente pirar e atrapalhar tudo?Pirar a ponto de achar que atrapalhou tudo?Tudo?Mas que tudo, se nunca houve nada?Como pode ficar na pilha de resolver algo que ouve ser nada de mais?Como pode cismar com tal coisa a ponto de não segurarmos mais nada?Pra que ser tão impulsiva?Com brincadeiras tão inconvenientes?Tão incosequente?Tão neurótica?Tão estúpida.
Não sei como nem porque, só sei que depois de tanto tempo parece que nos desacostumamos a sensação de conhecer o outro, mesmo me sentindo livre, da maneira como eu gosto de ser ainda assim me atropelo nas minhas ansiedades, na minha insegurança, nessas tantas confusões.E acabo tendo uma postura e um discurso que parece ir contra ao que eu realmente quero no momento, ao que eu realmente sinto.Eu só queria continuar a me sentir assim..feliz.E agora só consigo pedir desculpa, por falar de mais, por exagerar de mais, por ser chata de mais.
De volta a estaca zero.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Simplesmente.


Vão dizer que parei de escrever, que sumi, que estou diferente, que estão com saudades, que não me entendes, que pensou ter me decifrado.Vão querer julgar minhas ações, controlar meus movimentos, conhecer meus novos pensamentos.Vão pensar no que me tornei, pra onde estou indo e aonde quero chegar.Mas no final não é nada disso, eu estou apenas vivendo.E quando o coração bater forte a mente inquietar não hesitarei em voltar e escrever sempre, mais e mais.
=)