sábado, 29 de janeiro de 2011

Confissão.

Tenho sede.Ansiedade.Para o amor.Não.Definitivamente ansiedade não participa efetivamente do meu vocabulário.Apenas viagens e amor.O amor é campeão.Só de pensar nele sou capaz de senti-lo, só coma imaginação.Aliás esse é meu fardo.Sou de tal forma que um olhar mais profundo e capaz de mexer comigo.Um sorriso de canto mais espontâneo fica em minha mente.Uma fala, um carinho me levam para um lugar onde eu gostaria de estar sentindo tudo de mais bonito.É amar a idéia de estar amando.A imaginação vai longe, ela faz todo o trabalho de me tirar os pés do chão e suspiros do coração.Enquanto isso o coração continua lá praticamente intacto se não fosse as ilusões que eu mesma crio.Devo ser assim por me doar de tal forma as amizades e acreditar sempre no melhor das pessoas, até que me provem do contrário.Talvez tamanha ansiedade seja para disfarçar um desfalque da alma, uma incapacidade amar ou seja para eu disfarçar todas as minhas complicações em me encantar com alguém.Não que seja tão difícil assim, me encanto com pessoas, culturas, idéias tudo mas até chegar no coração...no amor?Aaaah eu não sei o que acontece.Parace que ele está trancado num baú e sem querer joguei a chave fora.Eu acho que sou simples de mais e o mundo não está mais com essa simplicidade toda.Eu só queria ser totalmente humana, ter pelo menos a chance de chorar por amor, de sonhar pelo amor ( e não o contrário).Talvez também, esteja fada a ser amiga, a ser aquele tipo de pessoa subtituta...E eu que só queria sentir que posso amar, mesmo que não fosse agora.Só queria me sentir totalmente humana.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

E agora?

_Se eu te contar meu segredo,vai me olhar sem medo?Como na primeira vez que sorrimos juntos,
e na última que sonhamos acordados.Vai me ligar de madrugada e dizer que ta tudo bem, e não vai sair do meu lado?Vai dizer que está meio impressionada mas que tudo vai passar?Sabe...preciso ouvir que tudo vai ser bom de novo, tudo vai se acertar.Me desculpa por todos esses anos, é que eu tenho tanto medo...Eu olho para o espelho e me sinto uma pessoa falsa, que não tem coragem de se encarar nos olhos, não tem coragem de se ver chorar e sorrir da forma mais sincera possível.eu sei que você não merece nada disso, nada do que passou comigo...essas tantas revelações que no fundo pouco revelavam.de repente nem eu saiba como sou realmente, e nem saiba me explicar para você mas de um forma estranha eu sei que te amo.Eu-te-amo.

_...

_Me perdoa.Diz alguma coisa preciso de uma resposta.

_4 anos...Você teve 4 anos para fazer eu te amar e eu te amei mesmo com tudo.Tantas mentiras,e ainda assim eu te amei da forma mais intensa e real.E agora nem sei quem você é, não tenho sentimento algum por essa nova pessoa a não ser desprezo por tudo que ela me fez passar.É só isso que posso dizer.

[tututu]

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Explicações..

Ando com pouca inspiração para textos longos, intensoso meu mais...Tenho aparecido mais no tumblr e pelo visto ficarei meio fora do ar por aqui...Quem tiver também pode seguir e comentar que eu visito e se gostar sigo também.=))
Aparecerei aqui mais para ler os blogs e comentar..Enfim desculpem o certo desleixo mas não é maldade não..E nem penso em abandonar isso aqui.;))

É isso...Beijooos!

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Feche os olhos...


...e faça um pedido.Peça tudo de dentro da sua alma.E não de uma forma superficial, peça aquilo que possa mudar a sua vida de verdade.Não peça máscara para você se esconder, e esconder suas verdadeiras necessidades.Por que um dia você vai entender que sua carência é fruto de uma outra necessidade, não a de ter alguém por perto mas sim de conseguir sentir-se bem consigo mesma.Um dia vai entender que o dinheiro vem para sobreviver, para te servir e não para você servir para ele.Vai saber também que o amor acrecenta, complementa mas quando souber duvidir e que um grande amor só é realmente grande quando nos torna uma grande pessoa.Ore.Mas ore com a alma pois só com a mais pura verdade poderá mover moinhos.Isso tudo e um monte de outras coisas, que só sentindo na pele você vai de fato entender.Fechei meus olhos e pedi coragem.Desistir de mim e da humanidade jamais.