terça-feira, 30 de novembro de 2010

♪Somos quem podemos ser...



... Sonhos que podemos ter.

Um dia fiz tais coisas, conheci tais pessoas, sonhei tais sonhos, li tais livros, chorei tais lágrimas, viajei por tais lugar (ainda que só na imaginação) e no final de tudo tentei ser eu mesma.Mesmo metendo os pés pelas mãos e vendo o quanto eu errei por me esconder atrás de outras idéias, outros momentos, me escondedo confusa tentando firmar quem sou.Mas hoje estou aqui e sei que estou em eterna construção cada dia que passa, embusca de uma forma cada vez melhor minha, cada vez mais eu mesma, mais essência.Evoluir...Crescer...Evoluir...





Gostei da idéia da Diana Bruna e resolvi fazer um também.Podem repassar a idéia que vai ficra bem legal!É bom para conhecer melhor os blogueiros e tudo mais.=))
Fiz o meu para lembrar um pouco quem sou, quem quero ser e tudo que eu tive, inclusive pessoas.Fique quase uma mês em vir aqui..Passei por alguns probleminhas pessoais e o vestibular também!!Fiquei meio perdida, meio afastada daqui mas tentando voltar sempre.E de repente floresci de novo, reafirmando que eu não consigo viver longe daqui, sabe aquela história de porto seguro?De que uma coisa só é nossa quando ela voa e voa, mas sempre volta?É assim que eu me sinto com isso aqui, meu refúgio não-secreto.hehe
E espero que tenham gostado do último post (Não) foi meio "desabafo fantasioso".
Enfim é isso..Desculpem o sumiço.E estamos aí de novo!

Beijos.


Ps.: Se clicar na foto ela aumenta e dá para ler melhor a citação.O lugar é o Chlie(representado pela praia), e eu esqueci de colocar o beijo mas seriam todos cohm carino e respeito, e eu escrevi "choro" errado espero que não reparem por que foi meio "na correria".
Para fazer pode ter: Uma citação, um livro, um momento, um choro, um beijo, um amor, um lugar para ir, um sonho e um sorriso.
É isso.
=DD

Até mais!

sábado, 27 de novembro de 2010

Não.

Não há para onde ir.Não tem como fugir.Não há nada do outro lado.Não existe um novo mundo por trás da passagem.Não existe outra verdade, outro medo, outra vida.Não será possível vencer sem se render.Não será bom se entrarmos em guerra mais uma vez.Não, o caminho para a felicidade não vem de uma guerra de dor, sangue e horror.Não, guerra não é o mesmo que batalha, essa sim leva para frente sem destroçar corpos, mentes ou corações.Não há ato sem consequência, nem sonho sem ilusão.Não posso viver iludida , muito menos com coração na mão e a mente no estômago sendo digerida a cada instante.
Não há.Não existe.Não será.Não é.Não posso.
Não.